Processo de Liderança e o Coaching

Quando as pessoas são indicadas a assumir um papel de líder dentro das organizações, nem sempre se sentem preparadas para a função. Em diversas ocasiões, o conhecimento técnico é o fator decisório para uma pessoa assumir essa função.

Você considera a competência técnica como o fator principal para que o profissional exerça uma boa liderança?

Estudos demonstram que quanto mais alta hierarquicamente for a função executiva, mais competências pessoais e de relacionamento são necessárias para o líder. Principalmente no que se refere aos aspectos comportamentais e de inteligência emocional.

Você já parou para pensar no tema de liderança como um processo que está em constante movimento?

A relação entre líder e liderado é construída no dia a dia. Ao enxergar a liderança como um processo, admitimos a existência de diferenças de papéis e comportamentos entre líder e liderado.

Por esta razão, dentro do processo de liderança, torna-se imprescindível compreendermos o que constitui o self e a identidade da pessoa. De forma muito simples, pode-se compreender que o self está relacionado com o modo como sentimos, pensamos e nos comportamos, além das coisas que objetivamos alcançar. Já a identidade é formada pelos papéis que desempenhamos no contexto social e para cada um desses papéis, as nossas atitudes, comportamentos e julgamentos que constituem o nosso self, incluindo também o papel de líder e liderado.

O que é desenvolvido no treinamento de liderança?

O desenvolvimento da identidade de um líder é essencial para a formação de habilidades cognitivas, motivacionais e emocionais. No treinamento de liderança, as pessoas desenvolvem tais habilidades e consequentemente as competências passam a fazer parte da identidade da pessoa.

E o que isso significa?

Todos nós temos condições de desenvolver as competências de liderança, independente da função que desempenhamos. O fundamental é a pessoa querer e buscar as ferramentas, o conhecimento e as habilidades necessárias.

No processo de formação da identidade de um líder, as pessoas são preparadas a conhecer e a compreender as atitudes e comportamentos das pessoas. Esta abordagem contribui para fortalecer o desenvolvimento das relações humanas, fundamentadas em princípios e valores éticos que refletem diretamente na performance de cada um.

É nesse contexto que destaco a importância do Coaching para desenvolvimento de liderança, com o objetivo de ampliar a capacidade da pessoa para atingir metas e alcançar seus objetivos.

Assim, por meio de técnicas comportamentais e métodos, o Coach e o Coachee desenvolvem as habilidades de liderança, identificam as soluções para resolver questões estratégicas e/ou problemas específicos; ampliam a capacidade de trabalho em equipe; aprimoram as habilidades de comunicação, gestão de conflitos, feedback; além de potencializar as habilidades de coaching para o líder.

Por fim, o que busco esclarecer é a importância de encararmos a liderança como um processo em constante movimento, onde temos a oportunidade de desenvolver positivamente as habilidades de um líder. Destacar a relevância dos aspectos comportamentais, por meio do entendimento do que é o Self e a Identidade. Além dos benefícios que o Coaching pode trazer para melhorarmos a nossa performance enquanto líderes, a fim de alcançarmos bons resultados na vida.

Para ser um líder conhecer do negócio e ter a competência técnica não é suficiente, mas, sim desenvolver as habilidades de liderança para envolver as equipes, motivá-las e gerar bons resultados. Certamente, o Coaching é um excelente instrumento para quem está iniciando a função de líder na carreira profissional!

Renata de Paula R. Pereira

Especialista em Gestão Empresarial, Coach, com diversos cursos na área de liderança, destaque para cursos na Faculdade de Economia da Universidade do Porto – FEP e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto – FEUP em Portugal, e de extensão na UFSC.